Educação, arte e alegria ajudam a recuperar crianças doentes


Toda criança tem o direito de brincar. Uma premissa que deve ser assegurada a todos os pequenos, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente. Entretanto, para aqueles que estão sob cuidados especiais com a saúde, as condições para o exercício pleno da infância ficam bem mais restritas.

Com a intenção de proporcionar a crianças hospitalizadas um ambiente alegre e de ajudar no processo de recuperação, criamos e desenvolvemos o projeto Viva a Cultura!, iniciativa que se baseia na arte como um instrumento para tornar o ambiente hospitalar mais acolhedor, tendo na arte-educação uma poderosa ferramenta de desenvolvimento humano. O projeto tem o apoio do Ministério da Cultura por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei 8.313/91).

O teatro de sombras mexe com o imaginário coletivo, enquanto o teatro de bonecos impressiona pela riqueza de expressão dos personagens, que parecem dotados de vida própria. O mundo do faz de conta é alimentado pelos contadores de histórias, e o aspecto lúdico, enaltecido pelos fascinantes malabares e pelo imprevisível mágico. O violão dá ritmo a canções doces e divertidas, que as crianças brincam de interpretar.

Além disso, oficinas de origami, máscaras, pintura e escultura são um prato cheio para a criatividade dos pequenos, que têm sucata e materiais de todos os tipos, à disposição, para serem transformados no que a imaginação quiser.

O projeto foi elaborado com o suporte do Instituto Dançar, consultoria especializada no setor cultural, e percorre hospitais e instituições filantrópicas, motivando as crianças e resgatando o seu sorriso e autoestima através das inúmeras atrações e atividades.