Doenças Cardiovasculares, Renais & Metabólicas

Nosso objetivo é melhorar a vida das pessoas com doenças cardiovasculares, insuficiência cardíaca, doença renal crônica e diabetes, oferecendo soluções que tratem também os fatores de risco compartilhados entre essas doenças distintas, mas interrelacionadas.


Um mundo de cuidado colaborativo e próximo aos pacientes

Na AstraZeneca, as doenças cardiovasculares, renais e metabólicas (CVRM) constituem uma das nossas principais áreas terapêuticas, uma vez que a ciência vem progredindo e descobrindo semelhanças entre metabolismo, insuficiência cardíaca, doenças ateroscleróticas e renais - quatro áreas diferentes, mas interrelacionadas, o que talvez possa explicar porque a redução do risco cardiovascular é tão complexa.  Com esse conhecimento, buscamos promover a mudança de foco do tratamento dos pacientes como uma única doença junto aos médicos, abordando os múltiplos fatores de risco dessas patologias.

Mais de 20 milhões de pessoas morrem todos os anos devido a doenças cardiovasculares, renais e metabólicas1. No entanto, apesar da estreita relação entre essas doenças, seus fatores de risco permanecem, frequentemente, sem diagnóstico ou tratamento2.

Por exemplo, se você for um adulto com diabetes, o risco de hospitalização por problemas cardíacos pode ser 1,8 vezes maior que o de um adulto sem diabetes3. Ao estudar a relação entre diabetes e doenças renais, a expectativa de vida pode ser reduzida em até 15 anos para homens e 16 anos para mulheres.4

Nossa missão é ajudar a proteger mais pessoas contra as consequências, muitas vezes fatais, dessas doenças. Em todo o mundo, trabalhamos com especialistas em doenças cardiovasculares, renais e diabetes que são guiados pela ciência e impulsionados por pesquisas para implementar uma abordagem proativa, colaborativa, abrangente e multidisciplinar no atendimento aos pacientes. Para exemplificar, nas pesquisas sobre regeneração cardíaca, estamos investigando o papel de diferentes proteínas de sinalização na ativação de células-tronco para o autorreparo do tecido muscular cardíaco.


Nossas áreas de atuação


Doenças ateroscleróticas

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo com cerca de 7,9 milhões de óbitos por ano.5, 6

No Brasil, ocorrem cerca de 1 mil mortes por dia causadas por esse grupo de enfermidades7. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 300 mil pessoas por ano sofrem infarto agudo do miocárdio, ocorrendo óbito em 30% desses casos. 8

Insuficiência cardíaca

Existem 64 milhões de pacientes com insuficiência cardíaca em todo o mundo, e muitos deles têm pelo menos uma outra doença associada, como o diabetes tipo 2.9,10

No Brasil, a prevalência da insuficiência cardíaca é estimada em 1 a 2% da população11, cerca de 4 milhões de brasileiros12. Estima-se que 100 mil novos casos da doença são diagnosticados todos os anos.13

Doenças renais

Acredita-se que existam cerca de 200 milhões de adultos diagnosticados com doença renal crônica em todo o mundo e esta pode ser uma patologia complexa e incapacitante.14

A cada ano, cerca de 21 mil brasileiros precisam iniciar um tratamento por hemodiálise ou diálise peritoneal devido ao impacto das doenças renais.15

Doenças metabólicas

O diabetes é uma doença cada vez mais prevalente com um enorme impacto global. Estima-se que a doença poderá afetar mais de 629 milhões de pessoas em 2045.16

No Brasil, existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que representa 6,9% da população. A demora no diagnóstico favorece o aparecimento de complicações.17


Referências

1.        Wang H et al. Global, regional, and national life expectancy, all-cause mortality, and cause-specific mortality for 249 causes of death, 1980–2015: A systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2015. The Lancet 2016; 388(10053):1459–544.

2.        Edelman Intelligence Relevance and barriers amongst EU specialists Survey 2018. Document ID: Z2-0050 | Date of preparation: August 2018 | Date of expiry: July 2020

3.        Centers for Disease Control and Prevention (CDC). National Diabetes Statistics Report, 2014: Centers for Disease Control and Preventions Division of Diabetes Translation [cited 2018 Jul 25]. Available from: URL: https://www.cdc.gov/diabetes/pdfs/data/2014-report-estimates-of-diabetes-and-its-burden-in-the-united-states.pdf

4.        Wen CP et al. Diabetes with early kidney involvement may shorten life expectancy by 16 years. Kidney Int 2017; 92(2):388–96.

5.        World Health Organization. WHO World Heart Day: Scale up prevention of heart attack and stroke: World Health Organization; 2019 [cited 2019 Feb 19]. Available from: URL: https://www.who.int/cardiovascular_diseases/world-heart-day/en

6.        Roth GA et al. Global, Regional, and National Burden of Cardiovascular Diseases for 10 Causes, 1990 to 2015. J Am Coll Cardiol 2017; 70(1):1–25.

7.        Sociedade Brasileira de Cardiologia. Cardiômetro. Disponível em: http://www.cardiometro.com.br/sobre-o-cardiometro.asp

8.        Ministério da Saúde. Biblioteca Virtual em Saúde. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/ultimas-noticias/3305-use-o-coracao-para-vencer-as-doencas-cardiovasculares-29-9-dia-mundial-do-coracao

9.        Vos T et al. Global, regional, and national incidence, prevalence, and years lived with disability for 328 diseases and injuries for 195 countries, 1990–2016: A systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2016. The Lancet 2017; 390(10100):1211–59.

10.       Lawson CA et al. Comorbidity health pathways in heart failure patients: A sequences-of-regressions analysis using cross-sectional data from 10,575 patients in the Swedish Heart Failure Registry. PLoS Med 2018; 15(3):e1002540.

11.       Hospital Israelita Albert Einstein. Disponível em: https://www.einstein.br/especialidades/cardiologia/doencas-sintomas/insuficiencia-cardiaca

12.       IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/

13.       Hospital do Coração (HCor). Disponível em: https://www.hcor.com.br/especialidades-servicos/especialidades/cardiologia/insuficiencia-cardiaca/

14.       Ojo A. Addressing the global burden of chronic kidney disease through clinical and translational research. Trans Am Clin Climatol Assoc 2014; 125:229-43; discussion 243-6.

15.       Sociedade Brasileira de Nefrologia. Compreendendo os Rins. Disponível em: https://www.sbn.org.br/o-que-e-nefrologia/compreendendo-os-rins/

16.       Ogurtsova K et al. IDF Diabetes Atlas: Global estimates for the prevalence of diabetes for 2015 and 2040. Diabetes Res Clin Pract 2017; 128:40–50.

17.       Sociedade Brasileira de Diabetes. O que é Diabetes? Disponível em: https://www.diabetes.org.br/publico/diabetes/oque-e-diabetes